A representatividade como tema de TCC

Repórter: José Ernesto Weningahmp Júnior

Em 2018, a representatividade do meio LGBTI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transsexuais e Intersexo), está a cada dia sendo mais discutida nas rodas de conversa

Segundo dados do Grupo Gay da Bahia (GGB), o número de assassinatos de homossexuais e travestis no Brasil aumentou 30% em 2017, em relação o ano anterior. Em 2016, foram mortos 343 LGBTI pelo Brasil, o número chegou no ano passado a 445. Em um segundo levantamento obtido pelo jornal O Globo, a cada 19 horas um LGBTI é assassinado. Com estes dados, o Brasil hoje carrega para si a medalha de ouro em crimes de “LGBTfobia” no mundo.

Juliano Bertoldi, acadêmico do último ano do curso de Jornalismo da instituição, trará em seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), o meio LGBTI. A ideia do acadêmico e de apresentar como é a representatividade do meio nas redes sociais e nos veículos de comunicação, tudo isso em programas para um canal no Youtube.

 

 A orientação, ficou a cargo da Professora Ana Cristina Bostelmam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *