Egressa do curso de Jornalismo é a primeira aprovada em Mestrado

Repórter: Marcelo Kloczko – 6º semestre de Jornalismo Uniuv

A jornalista Criselli Montipó é a primeira egressa do curso de Jornalismo a obter um mestrado. Ela realizou a sua pesquisa na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), no Programa de Mestrado em Jornalismo (PosJor). Sua aprovação aconteceu em 17 de agosto, quando realizou a defesa da sua dissertação.

Natural de Paula Freitas (PR), Criselli formou-se em 2005 em Jornalismo pelo Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv). Após a conclusão realizou especialização em Didática e Docência no Ensino Superior na Faculdades Integradas do Vale do Iguaçu (Uniguaçu).

Com o objetivo, já em mente, de realizar o mestrado, encontrou trabalho em Curitiba (PR). Mudou-se para a capital pela facilidade e possibilidades de cursar a espacialização. A jornalista escolheu o mestrado com o objetivo de unir as áreas da docência e do jornalismo. “Além de acreditar no papel social do jornalismo, também confio no potencial transformador da educação”, afirma.

O curso teve a duração dois anos. A sua pesquisa teve como tema a Narrativa Jornalística e Diversidade Sociocultural – a Tessitura das Reportagens da Revista Brasileiros, inserida da linha de pesquisa Fundamentos do Jornalismo, do PosJor. Ela escolheu este tema devido à diversidade estar ligada a sua vida. “Nasci em um cantinho do Brasil onde, desde cedo, ouvi pela voz de meus avós, histórias fantásticas da força e da simplicidade humana, da natureza e do universo”, explica.

A parte mais difícil durante o mestrado foi à época em que trabalhava em Curitiba e viajava para Florianópolis para assistir às aulas. Nesse período ela teve que organizar o seu tempo para poder trabalhar e estudar. “A dificuldade maior foi lidar com a administração das horas, para deixar o trabalho e as leituras em dia”, conta.

A produção da sua dissertação foi uma etapa que exigiu bastante de sua dedicação. Durante o período do estudo, ela recebeu uma bolsa de estudos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o que possibilitou uma dedicação exclusiva para a sua pesquisa.

Segundo Criselli, as dedicações dos professores do colegiado de jornalismo motivaram a sua ingressão na área da docência. “Na graduação tive como orientadora a professora Angela Farah, e na especialização, minha orientadora foi a professora Kelen Junges, ambas sempre me incentivaram a ingressar no mestrado”, declara.

Atualmente ela mora em Curitiba e está vinculada à Capes, mas pretende desenvolver projetos relacionados à reportagem e educação. Criselli pretende dar continuidade aos seus estudos. Iniciou um curso de extensão em Cinema, para aprimorar os seus conhecimentos de narrativa do estilo documentário. Em breve pretende cursar doutorado. “Acredito que na nossa área não tem como estacionar, tem que estar sempre antenado”, comenta.

One thought on “Egressa do curso de Jornalismo é a primeira aprovada em Mestrado

  1. Nossa parabéns para a Criselli, trabalhei com ela na Assessoria de Comunicação da UniBrasil. Pessoa “gente finíssima”.. Saudades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *