Jornalismo e Tecnologia: juntos em sala de aula

2014 proporcionou aos acadêmicos de Jornalismo do terceiro ano que tomassem conhecimento sobre as novas tendências do jornalismo para o futuro

Por José Rossi Júnior

O ano de 2014, em que cursei o quinto e sexto semestre do curso de Jornalismo, foi bastante diferente dos dois anteriores. Especialmente, porque tivemos a oportunidade de interligar o aprendizado de outras disciplinas sobre meios tradicionais de comunicação de massa (jornal, rádio, televisão), para as mídias digitais, que são a tendência do futuro para o Jornalismo.

Ao longo deste ano, as aulas ministradas pela professora Ana Cristina, fizeram com que eu e meus colegas aprendêssemos que o Jornalismo On Line, não é simplesmente uma cópia do conteúdo desenvolvido para outros meios, mas sim, é um Jornalismo feito com exclusividade, pensando em um determinado público alvo. O que naturalmente permite que o conteúdo possa ficar mais qualificado e “consumível”.

Outro diferencial do Jornalismo On Line, é que ele permite que o repórter/jornalista, realize uma produção multimidiática, que use vídeo, texto, áudio, fotografias e infográficos. Além disso, o consumidor da notícia que opta pela web, pode escolher em qual plataforma quer consumir a notícia, e qual enfoque do tema quer consumir.

A disciplina de Jornalismo On Line, fez a turma conhecer diversos pontos de vista sobre o conteúdo disponível na internet. Um deles, que mais me chamou a atenção, foi a Cauda Longa. Sempre que penso em jornalismo para a web, a Cauda Longa está presente, pois em desenho simples, é possível perceber o poderio dos grandes portais de notícias do Brasil e ao mesmo tempo, perceber que os pequenos blogs e portais interioranos tem o seu espaço, o seu público e a sua função na imprensa.

O ponto alto do “terceiro ano”, que contribuiu diretamente para que os alunos se encantassem pelo Jornalismo On Line, foi a manutenção do Blog de Comunicação, que ficou a cargo da turma. O blog permitiu que os acadêmicos colocassem em prática o aprendizado de sala de aula. Além disso, uniu mais ainda a turma. Especialmente na expectativa e cobertura de eventos como o Madrugadão da Comunicação e a palestra do jornalista Caco Barcelos.

O Blog de Comunicação, em 2014, serviu como uma espécie de identidade da turma. Além de ter fotos e informações sobre os alunos, está publicado nele os textos e reportagens produzidos pela turma. O blog, pode ser considerado uma espécie de espelho do aprendizado, pois ele, assim como outros projetos experimentais acadêmicos, como o Gramofone (Rádio), o Observatório (Jornal Impresso), a Cobaia (Revista) e o Livro Reportagem (Jornalismo Literário), proporciona aos alunos a oportunidade de colocar em prática o aprendizado de sala de aula.

Utilizando o blog como objeto de estudo, aprendemos também a fazer o SEO, que antes das aulas de Jornalismo On Line, eu não fazia noção da existência e importância. O SEO é uma formatação simples do conteúdo a ser publicado na web, que facilita que a matéria seja encontrada em ferramentas virtuais de pesquisa como o Google.

O estudo das gerações dos consumidores da notícia transformaram as aulas em um debate extremamente eficaz para o aprendizado, pois de maneira descontraída, vimos os exemplos de pessoas mais velhas e relacionamos com o comportamento cotidiano de nossos pais, avós, etc. Sendo assim, hoje facilmente conseguimos compreender o motivo pelo qual muitas vezes, eles preferem consumir o jornalismo “tradicional”.

Por fim, a verdade é que 2014 transformou a turma de futuros jornalistas. Hoje, nos sentimos preparados para conseguir produzir um conteúdo multi midiático, embora cada um tenha um estilo diferente de atuação na imprensa.

Por José Rossi Junior, acadêmico do 6º semestre de Jornalismo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *