Jornalista explica como ter êxito na profissão tendo paciência

Texto e foto: Camila Rosa – acadêmica do 6º semestre de Jornalismo

Filho de Verônica da Conceição Oliveira da Silveira e Dartagnan Aramis da Silveira. O dono dessa história teve muita paciência para esperar a hora certa para as oportunidades chegarem. Sempre gostou de esporte, mais como era muito ruim jogando futebol, resolveu ser narrador. Seu maior sonho, desde criança. E seguindo um conselho de um professor de português, decidiu cursar Jornalismo. O palmeirense Ricardo Aramis da Silveira é tímido, mas na medida certa, sabe ser cavaleiro e, além de educado, é dedicado e atencioso. Sempre disposto e disponível a ajudar, seja quem for.
 
Ricardo se formou em 2009 em Jornalismo, no Centro Universitário de União da Vitória. Há dois anos trabalha na Rádio União AM 170 Khz e na Verde Vale FM 94.1. Ele fez um teste na rádio quando cursava o primeiro ano de faculdade, e acabou não sendo chamado. Mas nunca desanimou, esperou durante três anos para ser chamado. ‘‘Tem que persistir. Cheguei um dia no jornal para assistir e me deram o texto para ler ao vivo’’, diz o jornalista. Segundo ele, no dia seguinte voltou, no outro e no outro e até hoje está lá. ‘‘Ninguém nunca me expulsou, continuo vindo trabalhar’’, afirma sorrindo, mesmo que discretamente.
 
Para Silveira, com o tempo a timidez que o acompanhava foi desaparecendo e, com a prática, o profissional vai se aperfeiçoando. Ricardo falava muito rápido e um colega lhe aconselhou a diminuir o ritmo. Para ele, é necessário se aperfeiçoar sempre e se dedicar, fazer o que gosta. ‘‘Trabalho de domingo a domingo, faço o que gosto e para mim isso não é nenhum sacrifício’’, explica.
É ele mesmo quem prepara seus textos, com a ajuda da colega Wanessa Stenzel. O jornalista apresenta na Verde Vale Fm 94.1 o Estação Esporte 1ª Edição que vai para o ar das 12h às 12h10, o 2ª Edição, que acontece das 17h30 às 17h40; O Repórter Regional 2ª Edição, das 13h às 13h10. Ainda faz participações na Rádio União em um programa de entretenimento, lendo horóscopos. ‘‘É necessário passar e se dedicar a todas as editorias que existe na profissão’’, afirma.
 
Ricardo ainda aconselha que todos os jovens jornalistas leiam muito e estudem bastante, para se aperfeiçoar cada vez mais. E lembra para jamais deixar de acreditar, sempre continuar tentando. ‘‘Não é porque não conseguiu um emprego hoje, que uma pessoa deve deixar de mostrar interesse’’, aconselha ele. Com 23 anos e mais descontraído, Ricardo ainda quer alcançar muitos objetivos. Ele sonha em trabalhar em São Paulo, na Rádio Globo e na TV Bandeirantes. Sem deixar nunca de acreditar e sonhar. ‘‘É preciso ter perseverança’’, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *