Na prática: Alunos de Jornalismo desenvolvem no trabalho conteúdo aprendido em sala de aula

Os alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv) aproveitam as aulas para aprender técnicas de entrevista, formulação de pautas, desenvolvimento de textos, construção de reportagens, entre outros conteúdos. É em sala de aula que eles têm a oportunidade de debater, tirar dúvidas e compreender uma variedade de assuntos.

Mas, a prática também é importante. Quem consegue um estágio logo nos primeiros anos de curso pode começar o emprego um pouco receoso. Porém, com o tempo, o jovem vai se encaixando e conhecendo melhor as atividades que exerce. Na maioria das vezes, os futuros jornalistas estagiam nos meios de comunicação da região (portais de notícias, jornais impressos, rádios e TVs). Outros, atuam na própria Uniuv.

Esse é o caso da aluna Eduarda Benvenutti. A jovem está no quarto semestre do curso e conseguiu um estágio no Conselho Editorial da instituição. Lá, ela faz a diagramação de livros de autores da região, periódicos, revistas e jornais-laboratório produzidos pelos alunos de Jornalismo. “Eu fiquei bem nervosa quando iniciei o estágio. Com o tempo, fui colocando o aprendizado das aulas no trabalho. As noções básicas do jornalismo, por exemplo, me ajudaram bastante”, explica.

Além das aulas, Eduarda buscou tutorais na internet sobre diagramação para aperfeiçoar o seu conhecimento. “Gosto bastante dessa área gráfica. Na revista, por exemplo, dá para brincar mais com a criatividade”, conta.

Em alguns casos, os alunos já conseguem emprego no primeiro ano do curso, ou até mesmo antes de iniciá-lo. Esse foi o caso da jovem Cláudia Burdzinski. Ela conquistou uma vaga no jornal Gazeta Informativa, de São Mateus do Sul, meses antes de iniciar a faculdade.

Como não tinha o conhecimento necessário, no início Cláudia sentiu mais dificuldade. “Comecei não tendo nenhuma noção do que era jornalismo. Mas o trabalho me instigou a optar pelo curso. Quando eu fiz uma visita à faculdade, fiquei encantada com os laboratórios de rádio/ TV e com o pessoal comunicativo. Pensei: é isso que eu quero”, explica.

 

 

 

O trabalho e a faculdade fizeram Cláudia perder a timidez. Ela adora ouvir as histórias e curiosidades da vida de seus entrevistados. No jornal, faz um pouco de tudo: procura pautas, sai às ruas, faz entrevistas, fotografa e depois retorna para a redação para a construção dos textos. O jornal é semanal, mas diariamente a jovem publica conteúdos no site e Instagram do veículo. “É uma forma de interagir mais, de saber qual é a opinião do público”.

Quando possui alguma dúvida no trabalho, Cláudia já leva para a sala de aula. A jovem procura trabalhar bem a relação estudo-trabalho. “O que eu aprendo hoje em sala de aula, já aplico amanhã no trabalho. Eu fixo bem as coisas que aprendo”, conclui Cláudia.

Essas e outras histórias mostram como o estágio proporciona inúmeras experiências aos alunos de Jornalismo. Experiências que trabalham com a desenvoltura na hora de se comunicar e com a capacidade de compreender os entrevistados e os temas trabalhados nas pautas.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *