Oficina de Stop Motion anima acadêmicos de Publicidade

Oficina teve o objetivo de introduzir conceitos básicos da linguagem audiovisual. “Stop Motion é uma técnica de animação em que tiramos sequências de fotos para dar a ilusão de movimento”, conta o professor  Fernando Gohl.

Por: Matheus Iltchechen – Acadêmico do 6º semestre de Jornalismo

 

10457938_694125774000650_5095215406432423089_nNo dia 5 de agosto, o alunos do sexto semestre do curso de Publicidade e Propaganda do Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv), sob orientação do professor Fernando Gohl, nas disciplinas de Cinema e Direção de Arte, tiveram uma aula diferente. Tratava-se de uma oficina de Stop Motion. Segundo conta Gohl, a oficina teve o objetivo de introduzir conceitos básicos da linguagem audiovisual, com o uso de uma técnica de animação antiga, mas ainda em uso nos filmes atuais. “Stop Motion é uma técnica de animação em que tiramos sequências de fotos para dar a ilusão de movimento quando elas são exibidas rapidamente”, explica.

 

O método

 

Para ajudar os alunos a criar a ilusão de movimento, também foram apresentados os 12 princípios fundamentais de animação, estabelecidos por Walt Disney, e baseados no livro The illusion of life: Disney animation. “Para fotografar um filme ou uma cena em stop motion, por mais simples que ela seja, é preciso antes planejar”, diz o professor. E esse planejamento consiste em criar uma história, escrever o roteiro, modelar personagens, prever objetos de cena, definir o enquadramento da câmera, criar um storyboard (desenho do roteiro), estimar o tempo, usar equipamentos e softwares para captura e edição. O professor afirma ainda que a oficina é uma experiência prática que mostra o quanto é preciso planejar para criar um audiovisual de qualidade, e quais elementos estão envolvidos neste processo. “A melhor parte fica para o final, onde assistimos as animações produzidas por cada grupo e podemos compartilhar de suas descobertas”, finaliza.

 

Pé direito

 

Esse foi o primeiro trabalho do semestre, e como descreve a acadêmica Marina Costa, iniciou com o pé direito. “Tivemos uma aula para idealizar o assunto a ser abordado e fazer o storyboard (desenho do roteiro). Na semana seguinte, já com os materiais necessários, fomos para o estúdio de fotografia produzir as fotos”, relata. Marina conta que optaram por fazer os personagens de massinha de modelar. “Algo que até então nunca tinha feito, e apesar disso, eles até que ficaram bonitinhos. Minha colega Juliana Gohl, que fez os clicks, teve que se equilibrar por quase uma hora em cima de uma cadeira”, conta. A acadêmica Juliana Gohl, diz que o resultado foi satisfatório. “Fiquei encarregada de fotografar, já que não tenho muita habilidade em modelar massinhas. Foi bem trabalhoso, mas o resultado ficou incrível”, acrescenta. Para Marina ainda, foi um trabalho cansativo. “A cada pequeno movimento dos personagens é feito um click, mas é muito divertido de ser feito e ver o resultado é bem animador”, finaliza a estudante.

 

Veja o resultado do trabalho abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *