Professores de Comunicação Social voltam às salas de aula

Professores do Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv) voltaram às salas de aula para se tornar mestres e doutores em comunicação

Por Bruna Wagner – aluna do 5º semestre de Jornalismo Uniuv

            professoresEm busca da formação acadêmica completa, os professores de Comunicação Social da Uniuv começaram a cursar mestrado e doutorado. A partir do ano de 2013, os coordenadores dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda, Lúcio Passos e Julliana Biscaia, respectivamente, deram início as suas especializações. Passos está fazendo doutorado e Julliana mestrado. Em 2014, os professores Edinei Wassoaski, Robson Fogaça, Angela Farah seguiram nessa direção também. Ana Cristina Bostelmam, que é mestre em Comunicação e Linguagens, pela Universidade Tuiuti do Paraná, também foi em busca de mais uma especialização. Começará cursar pós-graduação sobre Mídias Digitais: Produção e avaliação de conteúdos, na Universidade Positivo.

A Uniuv tem um programa de incentivo aos professores em que os apoia a buscar especialização e voltar às salas de aula para enriquecer a sua formação e a de seus alunos. Edinei Wassoaski, mestrando em Comunicação e Linguagens pela Universidade Tuiuti do Paraná, viu nesse programa o estímulo que precisava para dar início ao mestrado e aperfeiçoar suas aulas. “Vi aí uma excelente oportunidade e não pensei duas vezes. Faço mestrado por uma questão de crescimento pessoal, sobretudo. Quero também aperfeiçoar minhas aulas, o que, humildemente, acho que já estou conseguindo com o que já aprendi”, relata.

Angela Farah, doutoranda em Teoria e Pesquisa em Comunicação no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação (PPGCOM), da Escola de Comunicações e Artes (ECA), na Universidade de São Paulo (USP), decidiu que faria doutorado na USP, orientada pela professora Cremilda Medina e criou essa oportunidade para aprofundar seu conhecimento em reportagem/narrativa. “Li o edital, separei os materiais de leitura, estudei a linha de pesquisa, formulei meu projeto e fui participar do processo seletivo. E aí, fui sendo aprovada nas etapas e hoje estou iniciando essa nova caminhada. Não pensei que passaria “de primeira”, mas deu certo”, diz.

Além dos professores cursar uma especialização como forma de melhorar suas aulas e crescer pessoalmente, ainda buscam se manter atualizados em sua área, através dos cursos de pós, mestrado e doutorado. “Faz quatro anos que terminei o meu mestrado. Quando se está dando aula e não está fazendo curso, você começa a se desatualizar”, expõe Ana Cristina Bostelmam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *